Artigo: Como usar tecnologia na gestão dos indicadores empresariais

Artigo: Como usar tecnologia na gestão dos indicadores empresariais

Artigo: Como usar tecnologia na gestão dos indicadores empresariais

Nos últimos tempos, ouvimos muito sobre “Tecnologias Disruptivas”, onde a principal característica e romper os padrões estabelecidos e disponíveis no mercado, o fato é que de maneira geral todos nós buscamos melhorar a nossa qualidade de vida e os nossos resultados empresariais, e para isso uma das grandes aliadas e está palavra tão famosa chamada Tecnologia, que vem de origem do Grego composto da união de TECHNE = Técnica e LOGOS = Argumentos. Hoje este artigo tem como objetivo principal conceituar o uso da tecnologia como ferramenta estratégica na leitura de indicadores, sem nos preocuparmos em fazer grandes rupturas dos padrões, até porque para chegar a excelência, precisamos ter realizado o básico como fundamento do aprendizado.

Inicialmente vamos falar sobre a técnica para criar e controlar indicadores estratégicos, onde ousamos citar alguns sem definir o grau de relevância de cada um deles, como: EBITDA, Turnover, NFS, SLA, SLO e Taxa de Conversão em Vendas, com certeza pode ter vindo a sua mente outros tantos que fazem parte do seu dia, mas preciso ressaltar que a primeira etapa da técnica é saber onde quero chegar e ter algo que aponte se você está caminhando em direção a estes objetivos, sendo assim, os indicadores são as placas de sinalização que garantem que a sua trajetória está correta e chegará seguramente ao destino planejado. Tecnicamente falando e agora usando também argumentos para consolidar a palavra “Tecnologia”, é fundamental que estas placas inseridas ao longo da trajetória, sejam de alguma forma fáceis de serem interpretadas e tenham leituras imediatas, sem muitos esforços e com baixo custo para com estas medições.

Bom, você já deve ter algum dia na sua vida empresarial por exemplo não ter atingido resultados satisfatórios em vendas ou se não vivenciou diretamente esta experiência, pode ter sentido na pele a consequência na sua área da falta do atingimento destas metas. Eu, particularmente gosto muito deste exemplo, afinal uma das ações o que faz aumentarmos a assertividade em vendas, é exatamente controlarmos os indicadores do como estamos indo, mas no dia a dia, na semana, na hora, no segundo, infelizmente diferente do método de acompanhamento de alguns que realizam esta atividade ao final do mês, quando nosso poder de reação é quase zero, pois a página mais uma vez foi virada com a história escrita.

Neste momento de controle mais próximo em tempos menores, a nossa amiga “Tecnologia” se torna aliada estratégica para que possamos em apenas um “ENTER” ter informações decisivas para transformar a qualidade das nossas ações e atitudes a partir disso. Neste caso específico podemos citar que a palavra “Tecnologia” teria sinônimo de “CRM” que tem aplicação direta neste tipo de necessidade e solução. Poderíamos listar centenas de outras tecnologias que podem apoiar a sua empresa a controlar seus indicadores, para que possibilite a você agira rapidamente de forma produzir novos resultados, para evitar que você seja sempre o portador das notícias ruins. Tenho como padrão, nas minhas visitas, perguntar qual o resultado que a tecnologia trouxe para a sua empresa?

A notícia boa a compartilhar com você, é que as respostas entre as mais várias são: Reduzi meus custos, aumentei a produtividade dos meus funcionários, aumentei minhas vendas, retenho melhor meus talentos, atendo melhor meus clientes…. Finalmente que gostaria de deixar uma reflexão: Todos os objetivos que sua empresa ou sua área tem para 2019 e 2020, estão sendo controlados de forma clara? Coloco este pensamento para lembrar de um velho ditado, quando não sabemos onde queremos chegar, qualquer lugar serve, ou seja, quando não temos indicadores apoiados no uso da tecnologia, podemos parar em qualquer lugar!!!

Julio Amorim é graduado em engenharia industrial elétrica pela UNISANTA com especialização em auditores internos pela Fundação Carlos Alberto Vanzolini (USP) e MBA em gestão estratégica em tecnologia pelo Instituo de Pesquisas Tecnológicas (USP), Membro do Conselho da BS Tecnologia sendo responsável pela Governança Corporativa e Planejamento Estratégico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *